MEIO AMBIENTE

As principais premissas do gerenciamento da questão ambiental no seio industrial da VIMINAS é a constante busca do desenvolvimento sustentável, ou seja, aquele que viabiliza o processo produtivo sem impactar o meio ambiente, permitindo então o uso de recursos naturais sem comprometê-los para as gerações futuras.

Os resíduos sólidos da empresa são encaminhados a aterros industriais, devidamente licenciados e de alta tecnologia de disposição final. O esgoto sanitário é tratado por fossas sépticas e filtros anaeróbios.

Efluentes líquidos oleosos, gerados em nossa oficina de manutenção, são submetidos a separadores água e óleo ( SAO ), onde ocorre a remoção física de óleos minerais.

vidraçaria meio ambiente

As águas residuárias de processo ou efluentes líquidos industriais, que têm origem no corte e lapidação dos vidros, são tratados na Estação de Tratamento de Efluentes Industriais ( ETEI ) por floco-decantação e uso de polieletrólitos e polímeros especificamente formulados para as características físico-químicas do efluente VIMINAS.

Com este processo conseguimos clarificar a água, com taxa de eficiência superior a 95%, e tratá-la de maneira que esteja sempre em conformidade com os padrões de emissão em corpos dágua ou rede coletora de esgoto, de acordo com a legislação vigente.

Além disso, torna-se possível a recirculação de água para uso industrial, racionalizando o consumo e exploração dos recursos naturais como poços artesianos, bem como trazendo significativas reduções de custos operacionais para a empresa.

Do processo é extraído o que chamamos de lodo de ETEI, composto concentrado de Carbonatos, Sílica e Óxidos Cálcicos e Magnesianos. Produto com alto potencial de reciclagem que dentro desta concepção é submetido a estudos e testes de desenvolvimento para a confecção de tijolos e pisos cerâmicos.

A VIDRAÇARIA PORTO ALEGRE é assim! Produção limpa, economicamente viável, ambientalmente correta e socialmente justa.